O Amazon Elastic Load Balancing é um serviço AWS de balanceamento de carga para aplicações. Ele distribui, de maneira equilibrada, cargas de trabalho, requisições e acessos a sistemas entre instâncias do EC2 (servidores AWS em nuvem), contêineres e endereços IP.

A solução facilita e garante o acesso do usuário ao que deseja no mundo digital. Por sua arquitetura e programação, ela consegue inclusive driblar algumas indisponibilidades de servidores. Direcionando o cliente a um canal disponível, para que ele possa receber a aplicação sem nenhum tipo de dificuldade.

Não por acaso, o ELB (Elastic Load Balancing) é mais um exemplo de como os serviços da Amazon ligados à tecnologia são fundamentais para o bom desenvolvimento de negócios. Com a estrutura robusta, a série de opções e a ótima disponibilidade, a AWS gera resultados às empresas.


Como funciona o AWS Elastic Load Balancing?

Ele é uma solução mais direcionada para aplicações que precisam de mais de um servidor (com IPs específicos) para suportá-la.

O ELB é uma camada extra que atua entre a aplicação e os servidores, trabalhando com o balanceamento de carga. Ela será a parte responsável por entender o tipo da conexão do usuário que deseja acessar a aplicação. A partir disso, ele determinará qual servidor trará mais benefícios ao ser acessado pelo cliente.

Esse entendimento é realizado automaticamente e, com isso, a solução distribui o tráfego de usuários entre os servidores e os escala, quando há alta demanda. Ou seja, se há um pico de acessos, o ELB consegue dimensionar isso e direcionar a servidores que não são os primários da aplicação.

Isso só é possível, porque, periodicamente, a ferramenta faz uma varredura pelos canais para entender quais estão saudáveis e podem ser utilizados. A partir do entendimento dessa disponibilidade dos servidores, o  AWS Load Balancer só trabalha com aqueles que estão prontos, desligando os indisponíveis.

O resultado para o usuário final é um acesso rápido e o sistema ou site disponível na hora em que ele desejar.


Como configurar o Elastic Load Balancer na Amazon?

A configuração pode ser realizada dentro do painel AWS e, de forma bem intuitiva, é possível avançar na criação do seu ELB.

O primeiro passo é a escolha da opção. São duas principais opções para o Load Balancer. São elas:

  1. HTTP e HTTPS: load balancer específico para aplicações que utilizam HTTP, como APIs e entregas de conteúdo estático.
  2. TCP, TLS e UDP: direcionado a aplicações que necessitam de recursos mais detalhados. Um bom exemplo são aquelas que utilizam protocolo próprio para troca de dados.
  3. Outros modelos: o Classic e o Gateway Load Balancer (por IP), atualmente, são menos utilizados.

A partir da seleção da opção, você avançará para uma plataforma, na qual, com seleções simples, poderá configurar os detalhes do Elastic Load Balancing para a sua aplicação.

O modelo de cobrança também vai variar de acordo com a alternativa escolhida. Mas, em resumo, a solução segue o formato de outras soluções da AWS e você só será cobrado pelo o que utilizar. À medida que aumenta a demanda, maior o investimento. Por outro lado, se o uso diminui, o custo mensal desce também.

Segurança em alta

Em um mundo digital, onde, cada vez mais, existem crimes cibernéticos e vazamentos de dados, no ELB a cibersegurança é prioridade. No PDF sobre o Elastic Load Balancing, a Amazon destaca isso:

“A segurança da nuvem na AWS é a nossa maior prioridade. Como cliente da AWS, você se beneficiará de um datacenter e de uma arquitetura de rede criados para atender aos requisitos das empresas com as maiores exigências de segurança”.

Portanto, por meio da solução, é possível proteger as aplicações com gerenciamento integrado de certificados, autenticação de usuário e descriptografia SSL/TLS.

Por tudo isso, o Amazon Elastic Load Balancing é tão utilizado. Nos Estados Unidos, muitas companhias do mercado financeiro são clientes do ELB da Amazon, entre os exemplos estão a NuData Security da Mastercard e a fintech Qred.

A UDS Tecnologia é parceria AWS e tem experiência em projetos com Elastic Load Balancing e outras soluções Amazon.

Para uma melhor escalabilidade da rede de nuvem híbrida e manter suas aplicações altamente disponíveis, fale com nossos especialistas.

Leave A Reply