O Amazon Route 53 é um DNS (Domain Name System) escalável e de alta disponibilidade. Ele traduz nomes amigáveis (legíveis por humanos) de sites, como por exemplo www.uds.com.br, para endereços de IP, que são usados pelos computadores para se conectarem entre si.

É uma das rotas mais confiáveis para direcionar os usuários para aplicações web.

Neste artigo, vamos explicar: o que é o Amazon Route 53, como funciona, benefícios e como usar esse importante recurso do mundo digital.


Afinal, o que é a Amazon Route 53?

É mais uma das soluções Amazon Web Services (AWS), que se destaca por estar na nuvem, ser 100% disponível e altamente escalável. Isso faz com que ela seja muito requisitada por desenvolvedores e empresas. Afinal, disponibilidade e escala em nuvem são fundamentais para o mercado da tecnologia.

O Amazon Route 53 é um Domain Name System (DNS) responsável por direcionar os usuários às aplicações web. Ou seja, sem ele, não haveria acesso aos conteúdos de sites.

Na prática, a dinâmica é simples:

  1. O usuário digita o endereço do site no navegador.
  2. Isso gera um pedido de DNS.
  3. A solicitação chega ao servidor DNS Amazon Route 53 mais próximo.
  4. Ele retorna com o endereço de IP solicitado.
  5. O site é acessado pelo usuário.

Tudo isso de forma instantânea.


Fluxos de Tráfego

O fluxo de tráfego do Amazon Route 53 simplifica o gerenciamento do tráfego global, pois apresenta múltiplas formas de roteamento. O desenvolvedor ou a empresa pode escolher qual se adapta melhor às necessidades da sua aplicação web. Com configurações simples, os ajustes são feitos e, a partir disso, o acesso ao site pelos usuários fica muito facilitado.

A seleção deve ser realizada a partir de tipos de roteamento e ainda há a possibilidade de configurar múltiplas políticas de tráfego, para que sejam ativadas nos momentos em que façam sentido.

As principais opções do serviço e os seus comportamentos estão listados abaixo:

Simples

Nele, haverá apenas um registro com diversos endereços IP, que serão selecionados aleatoriamente. Ou seja, cada vez que o usuário acessar o site, a resposta virá de um dos locais.

Geolocalização

Uma aplicação executada em múltiplas áreas do globo pode utilizar o fluxo de tráfego do Amazon Route 53 por geolocalização. Assim, os usuários finais serão direcionados ao local mais próximo para cada um deles.

Failover

A partir dela, é possível direcionar os usuários a uma outra localização, caso a principal esteja com algum tipo de problema. É fundamental para evitar indisponibilidades.

Latência

O usuário será direcionado para o servidor de menor latência.

Geoproximidade

Um dos mais avançados, ele direciona o tráfego com base na localização geográfica dos usuários e dos próprios recursos do Amazon Route 53.


Domínio e Hospedagem

No Web Route da Amazon, também é possível registrar ou migrar um domínio para lá. A solução AWS permite Domínios de Nível Superior (TLDs) genéricos, como .com e org; e até geográficos, como .be e .us.

Além disso, o Amazon Route 53 tem uma frente de hospedagem de sites. Para isso, conta com o apoio de outros serviços da companhia. Para hospedar um site estático, é necessário o Amazon S3; enquanto em casos de sites dinâmicos ou outros aplicativos web, o cliente precisa usar o Amazon Elastic Compute Cloud (Amazon EC2).


Quais são os benefícios do Route 53?

Como já citamos ao longo do artigo, escolher o Amazon Route 53 garante vantagens competitivas relevantes aos negócios que o adotarem da forma correta.

Disponibilidade e confiabilidade

Esses dois pontos são destaques na maior parte das soluções AWS. Por apresentar uma estrutura muito robusta, o Amazon Route 53 está sempre disponível e é totalmente confiável. Inclusive, com a solução de Failover, mesmo que a primeira opção esteja indisponível, os usuários não notarão a indisponibilidade, pois serão direcionados para outra localização.

Simplicidade

Apesar de toda a robustez que oferece, o Amazon Route tem configuração simples e o cadastro pode ser realizado pelo autoatendimento AWS. Com isso, em pouco tempo, as consultas a DNS já estarão funcionando.

Economia

Assim como outros serviços AWS, a cobrança do Route 53 é no modelo pay-as-you-go. O cliente só paga pelo o que utilizar e não há nenhum tipo de valor mínimo mensal ou inicial para utilizar a solução.

Portanto, mensalmente, a Amazon te cobrará pelo gerenciamento de zonas hospedadas, atendimento a consultas DNS e gerenciamento de nomes de domínios registrados ou transferidos para o serviço.

Por isso, o valor costuma ser bastante competitivo e pode ser considerado um dos fatores para utilizar o Web Route da Amazon.

Escalabilidade

É mais uma solução desenvolvida para ser escalada automaticamente e ser capaz de lidar com alta demanda. Para um serviço pay-as-you-go, isso faz muito sentido, pois evita cobranças desnecessárias.

Rapidez

Por meio da rede anycast global de servidores DNS, o Amazon Route 53 garante agilidade para os usuários finais. Velocidade de acesso proporciona uma melhor experiência para o possível cliente, o que tende a gerar mais resultados.


Encontrar o parceiro certo para o melhor uso do Route 53

Contar com uma boa consultoria em AWS é fundamental para se beneficiar ao máximo de todas as vantagens do Route 53 e outros serviços da companhia.

Fale com um especialista e saiba mais.

Leave A Reply