/Blog

mão segurando um controle remoto apontando para uma tv de com aplicativo de streaming

Quais são os tipos de aplicativos de streaming e como eles funcionam?

Hoje em dia nós usamos nossos smartphones como computadores e assistimos a mais vídeos em aplicativos de streaming em dispositivos móveis do que em notebooks ou desktops. 

Essa tendência é tão forte que se estima que 2,72 bilhões de pessoas irão assistir a vídeos ao vivo ou sob demanda em seus dispositivos móveis em 2023. O uso de dados de rede (4G e 5G) também aumentará significativamente para acomodar a demanda por streaming de vídeo de alta definição.

Agora, as empresas e produtores de conteúdo correm para disponibilizar seu conteúdo nessas plataformas de streaming e manter a “fidelidade” de seus clientes/usuários — ou até mesmo criar sua própria plataforma de streaming. 

Neste artigo, primeiramente vamos te mostrar tudo o que precisa saber antes de entrar para o mundo do streaming ou criar a sua própria plataforma de streaming.

O que é um aplicativo de streaming?

Os aplicativos de streaming são plataformas digitais que utilizam a internet para transmitir conteúdo em vídeo e áudios. O streaming é uma tecnologia de distribuição que tem crescido bastante nos últimos e encantado muitos os usuários. 

Muitas emissoras usam aplicativos de streaming para hospedar seus serviços de streaming, como a Globo com o GloboPlay e a ESPN com o StarPlus. Já outras empresas como Netflix ou Hulu, já nasceram como uma plataforma de streaming.

Os aplicativos de streaming são ótimos para as emissoras ganharem dinheiro com seus vídeos. Desta forma, se você criar um aplicativo que funcione em diferentes dispositivos, pode atrair muitas pessoas para se inscreverem. Criar um aplicativo de streaming pode ser uma excelente estratégia de negócio para empresas de educação e conteúdo, infoprodutores, emissoras de TV, esportes, notícias e outras empresas que produzem conhecimento em formato de vídeo ou ao vivo e pretendem aumentar seu faturamento com a distribuição desses conteúdos.

Interface do aplicativo de streaming disney plus
Conteúdos do aplicativo Disney Plus

E o melhor? Quando você faz um aplicativo de streaming personalizado, você pode criar a experiência que quiser para os usuários. Os aplicativos de streaming são diferentes uns dos outros. Alguns são simples, enquanto outros têm muitos recursos. Alguns têm apenas alguns vídeos, enquanto outros têm uma biblioteca enorme de conteúdo para assistir quando quiser, dentre outros recursos de interatividade com o conteúdo…

Por que aplicativos de streaming são importantes?

Vamos ver algumas das estatísticas sobre live streaming para que você tenha uma ideia melhor da sua importância. Esses números demonstram que a tendência crescente de visualização em dispositivos móveis.

  • Até 2023, três quartos de todo o tráfego mobile será de vídeo. O formato de vídeo móvel está ampliando os limites dos dados e ajudando a impulsionar novas tecnologias como o 5G.
  • Os torcedores assistem cada vez mais a esportes em dispositivos móveis. Mais de 30% dos fãs agora transmitem esportes para seus telefones ou tablets.
  • 80% dos fãs de esportes usam uma abordagem de “várias telas” enquanto assistem esportes, procuram estatísticas ou conversam com amigos enquanto assistem.

Quais os tipos de aplicativos de streaming?

Existem diversos tipos de aplicativos de streaming, cada um, no entanto, conta com suas características e propósitos específicos. Aqui estão alguns dos principais tipos:

Aplicativos de vídeo sob demanda (VoD) 

VoD significa “Video on Demand”, que em português pode ser traduzido como “Vídeo sob Demanda”. É um serviço que permite que você assista a vídeos quando quiser, sem precisar seguir uma programação específica de TV.

Imagine que você quer assistir a um filme ou série, mas não está passando na televisão no momento. Com o VoD, você pode acessar uma plataforma ou serviço online, como Netflix, Amazon Prime Video ou Disney+, e escolher o que deseja assistir a partir de um catálogo de filmes e programas disponíveis.

A principal vantagem do VoD é que você pode pausar, voltar ou avançar o vídeo à vontade, dando mais controle sobre o que está assistindo. Além disso, você não precisa esperar por um horário específico, como acontece na TV tradicional. Basta selecionar o conteúdo desejado, apertar o play e assistir no momento que for mais conveniente para você.

E ainda há muito espaço para criar aplicativos de streaming para uma variedade de tipos de conteúdo, incluindo educativos ou de entretenimento.

Desenvolvimento de Aplicativos UDS.

Aplicativos de streaming famosos

Os aplicativos de streaming mais famosos desta categoria são Amazon Prime, Disney+ e Apple TV+. Além dos gigantes, HBO Max e Paramount Plus.

Mesmo assim, aplicativos focados em VOD não se resumem apenas a filmes, séries ou documentários. Toda e qualquer empresa que já produza ou queira produzir e distribuir conteúdos em vídeo via aplicativo pode criar uma plataforma com seus conteúdos “estilo Netflix”, sejam eles focados em treinamento interno, venda de cursos, capacitações, dentre outros conteúdos em vídeo. 

Alguns dos principais recursos desse tipo de aplicativo são:

Navegação fácil

Por centralizar grandes quantidades de conteúdo, aplicativos de streaming desse tipo possuem “catálogos” com vídeos segmentados em categorias. A navegação fácil é um elemento importante para que os usuários possam encontrar o que desejam no catálogo de vídeos com facilidade.

Pesquisar e filtrar

quanto mais conteúdo você tiver em seu aplicativo, mais difícil será para os usuários encontrarem o que procuram. Por isso, é fundamental haver uma boa funcionalidade de busca que encontre conteúdos por palavras-chave tanto no título quanto na descrição. A possibilidade de filtrar, seja por categoria, data de publicação do conteúdo ou outra segmentação que faça sentido para seu público também facilitará a vida dos usuários.

Assistir conteúdo

se você quer ter um aplicativo de streaming, criar uma boa experiência para consumo dos vídeos é um dos pontos mais importantes. A arquitetura da plataforma deve permitir a exibição de vídeos sem travar, ou seja, ser robusta ao ponto de adaptar automaticamente a qualidade de transmissão do vídeo considerando o quão boa é a conexão com a internet do usuário. Além disso, o player deve possuir funções mínimas às quais as pessoas estão acostumadas, tais como: voltar ou avançar no vídeo pela barra de progresso, play, pause, próximo conteúdo e controle de volume, assistir em modo tela cheia (full screen), assistir em diferentes velocidades (como 0.75x, 1x, 1.5x e 2x). Há ainda outras funções interessantes a serem inclusas nos players, como assistir no modo picture-in-picture, gestão de legendas e da qualidade de exibição do vídeo.

  • Opções de monetização: quando você oferece conteúdo sob demanda, na maioria das vezes o modelo de negócios consiste em cobrar por isso. Veja algumas opções que você pode considerar:
    • Assinatura: os usuários pagam uma taxa regular, como mensal ou anual, para acessar o conteúdo. É exatamente a mesma coisa que pagar a assinatura da Netflix, Amazon Prime ou Spotify, por exemplo.
    • Anúncios: você pode exibir anúncios no seu conteúdo e ganhar dinheiro com os anunciantes. É como assistir TV e ver comerciais durante os intervalos.
    • Compra única: os usuários podem comprar o conteúdo uma vez e ter acesso a ele por um período limitado. É como alugar um filme online por um tempo determinado.

Porém, você pode escolher uma dessas opções ou até mesmo combinar diferentes formas de monetização, dependendo do seu modelo de negócio e do tipo de conteúdo que você oferece na sua plataforma de streaming.

Análise de vídeo

Esse recurso, no entanto, pode ser altamente personalizado de acordo com suas intenções. As estatísticas de consumo dos conteúdos (tempo assistido, tipos de conteúdos consumidos, dentre outras), são interessantes para você como administrador e também podem ser disponibilizadas para o usuário acompanhar o próprio comportamento na plataforma. Outra opção são conteúdos que usem dados como prova social e indicação de que são populares na plataforma, apresentando a quantidade de visualizações e “likes” que teve, por exemplo.

Segurança

Primeiramente, um fator importante da saúde do seu negócio de streaming de vídeo sob demanda é garantir que seu conteúdo não seja pirateado e vendido em outros lugares. Infelizmente o vazamento de conteúdos por assinatura é muito comum e representam grandes prejuízos aos produtores. Para garantia de segurança, há diferentes estratégias de DRM. Além disso, o DRM (Digital Rights Management) é uma forma de gerir acesso a conteúdos digitais utilizando diferentes tecnologias para protegê-los contra cópias não autorizadas, incluindo encriptação, marcas d’água, identificação de dispositivos e usuários, dentre outras.

Aplicativos de streaming de áudio

De forma ligeiramente semelhante ao VoD, você pode acessar aplicativos de streaming de música, como Spotify, Apple Music ou Deezer, através do seu celular, tablet ou computador. Em vez de baixar as músicas para o seu dispositivo, o serviço de streaming reproduz a música em tempo real para você através da internet.

Isso significa que você pode ouvir qualquer música do vasto catálogo disponível no serviço, na hora que quiser, no entanto, sem precisar ocupar espaço de armazenamento no seu aparelho. Além disso, a música começa a tocar quase que instantaneamente, sem ter que esperar o download completo do arquivo.

O streaming de áudio, no entanto, tornou-se muito popular porque oferece uma grande variedade de músicas e a conveniência de ouvir sua música favorita em qualquer lugar com acesso à internet. É como ter uma rádio personalizada, onde você escolhe as músicas que deseja ouvir, quando e onde preferir.

Existem, no entanto, oportunidades para criar podcasts que sejam focados em gêneros ou temas específicos, e não apenas publicar no Spotify ou qualquer outra plataforma digital, mas sim ter o seu próprio aplicativo de audio streaming. Da mesma forma, há muito espaço para criar aplicativos de transmissão ao vivo apenas de áudio, que ajudam artistas de nicho a ganhar visibilidade.

Apps que permitem aos streamers ganhar seguidores

Existem muitos aplicativos de transmissão ao vivo onde os usuários podem ter seguidores. No entanto, ainda há espaço para criar plataformas específicas para determinados grupos. Por exemplo, o Twitch é majoritariamente voltado para jogadores.. Sempre haverá oportunidades para focar em diferentes nichos.

Alguns dos principais recursos que você deve incluir nesse aplicativo são:

Quer desenvolver o seu aplicativo de streaming?

Antes de tudo, para ter um aplicativo de streaming personalizado para o seu negócio, você pode contratar uma empresa especialista em desenvolvimento de apps.

Desenvolver aplicativo de streaming com a UDS Tecnologia

A UDS é reconhecida entre as três melhores empresas de desenvolvimento de apps da América Latina e especialista em desenvolver aplicativos de streaming robustos, fáceis de usar e com alta escala para marcas como SKY, O Primo Rico e streaming esportivo (Flamengo, Corinthians, dentre outros).

Converse com um de nossos especialistas e entenda como a UDS pode desenvolver o seu aplicativo de streaming.

Eduardo Valim

Materiais Ricos

Mais lidos

1

Desenvolvimento de Apps

Como criar um aplicativo para o Apple Vision Pro

2

Desenvolvimento de Software

As 5 boas práticas de desenvolvimento de software

3

Desenvolvimento de Apps

Linguagens utilizadas no desenvolvimento de apps Android e iOS

Posts Relacionados

Inscreva-se no nosso blog

Receba em primeira mão os conteúdos mais quentes da área de Tecnologia.