Venda mais na Black Friday. 13 dicas para preparar seu e-commerce

Venda mais na Black Friday. 13 dicas para preparar seu e-commerce

Venda mais na Black Friday. 13 dicas para preparar seu e-commerce 3843 2559 uds

A tradição é americana, mas o ‘boom’ nas promoções impulsiona o e-commerce daqui também. A Black Friday gerou, em 2017, um faturamento de R$ 2,1 bilhões e a expectativa para este ano é uma alta de 15%.

A pesquisa do Ebit indica que 88,6% dos e-consumidores pretendem realizar uma compra neste ano.

Com previsões tão otimistas é hora de correr e preparar seu site para receber os novos pedidos. Afinal, ganhar dinheiro é o objetivo do seu e-commerce, certo?

ecommerce - vender - black friday

Garanta-se

Administrar vendas, entregas, atendimento, equipe, etc e etc. Ufa!

É lucrativo, mas estressante também!

Para garantir o sucesso das vendas e turbinar seus lucros sem dor de cabeça, você deve preparar o seu e-commerce para o grande fluxo de tráfego esperado, antecipando-se aos problemas tão comuns em tempos de muita procura como esta.

Neste post separamos 13 dicas que não podem faltar no seu checklist.

 

Você precisa de um m-commerce. Saiba porquê!

 

Adote um chat online

O esperado é uma explosão no número de visitas a sua página. Todos esses consumidores precisarão de atendimento, obviamente, por isso é essencial que sua loja esteja pronta para ajudá-los a encontrar as promoções e itens que estão procurando, além de resolver todas as potenciais dúvidas sobre a compra.

Aí é que entra o chat online! E operadores treinados, claro.

 

Otimize o ranqueamento no Google

É obvio que as pesquisas por termos como ‘descontos Black Friday’ e ‘Black Friday 2018’ vão aumentar neste período, e é claro que você quer sua loja no topo dos resultados. Para isso otimize sua estratégia de SEO, se o seu negócio tem um blog comece a publicar conteúdos sobre tema agora mesmo.

 

Configure pixels de rastreamento

A ideia de otimização também vale para os anúncios do Facebook ou Google Adwords (caso você trabalhe com publicidade paga). É hora de dar mais atenção aos pixels de redirecionamento para fazer remarketing para os anúncios da Black Friday.

Aposte ainda no retargeting e relembre aquele cliente antigo sobre a sua marca. Coloque em ação aquele pixel de redirecionamento. Quem já conhece sua loja estará muito mais aberto a comprar (novamente) com você.

 

Adeque-se ao mobile

Se o seu e-commerce não está otimizado para o acesso mobile sinto lhe dizer, mas você está perdendo tempo e dinheiro.

Acompanhe o crescimento do mobile no Brasil.

Já passa de 40% o número de consumidores que fazem suas compras por dispositivos móveis, segundo o estudo Global Consumer Insights 2018. Independente do canal que ele receba sua promoção (email, redes sociais ou indicações, etc) pelo menos uma das fases da jornada de compra (o mais provável é que sejam todas) será feita pelo mobile, então a experiência do usuário precisa ser agradável e funcional. Além disso, sites otimizados para mobile ranqueiam melhor no Google e os anúncios custam menos no Facebook.

Ser responsivo já não é uma escolha, é obrigação.

 

Existem tecnologias ainda mais interessantes, conheça o Progressive Web Apps!

 

Aprenda com o seu cliente

Imagine que bom seria saber a opinião de um potencial cliente sobre o seu site.

É totalmente possível!

Há ferramentas que permitem observar e avaliar o usuário enquanto ele navega pelo site. Preste atenção também aos comentários. Some todo o aprendizado e terá em mãos respostas sobre campos que podem ser melhorados.

 

Teste a capacidade do seu site e faça manutenções

Já dissemos que preparar o seu e-commerce para o tráfego intenso de acesso é vital, mas não custa frisar: negligenciar esse fato pode ser estritamente prejudicial. Faça uma manutenção preventiva para evitar que sua página saia do ar ou trave ao receber muitos pedidos de compra simultâneos. Desative plugins externos que consumam muita memória e não tenham tanta utilidade neste momento.

Durante uma Black Friday, menos é mais. Menos enrolação é um melhor desempenho, que por sua vez significa mais vendas.

Teste se as melhorias foram eficazes! Certifique-se que a capacidade do servidor e se a hospedagem dará conta dos momentos de pico.

 

Tenha um plano de contingência

Não queremos ser negativos, mas e se algo der errado, você tem um plano B? Tenha backups sempre à mão e esteja pronto para problemas externos, como: a transportadora não dá conta de cumprir os prazos.

E se o seu site precisar de ajustes, você terá suporte a qualquer hora?

Imagine os piores cenários possíveis e antecipe-se a eles.

 

Crie uma landing page para a data

Facilite o caminho do consumidor, dirija-o diretamente para uma landing page com as ofertas da Black Friday.

Acredite, jogar o usuário na página home e obrigá-lo a ‘caçar’ suas promoções não é uma boa ideia, mesmo que você tenha criado uma maravilhosa campanha de email marketing e mídias sociais.

 

Melhore o checkout

Um estudo do E-commerce Radar mostra que a média de abandono de carrinho foi de 82% em 2017. Outras pesquisas indicam que em 11% a causa foi a complexidade do processo de checkout. Quanto mais simples ele for, maiores as chances de finalização da compra.

Reduzir o número de formulários e utilizar ferramentas integradas para o pagamento são as dicas.

 

Ofereça outros incentivos

O principal chamariz da Black Friday são os descontos, mas se o seu e-commerce é pequeno e não consegue competir com os grandes varejistas você pode ser criativo e criar outros atrativos para seus clientes.

– Menor prazo de entrega;

– Embrulho para presente grátis;

– Frete gratuito;

– Desconto nas compras futuras.

 

Estenda a Black Friday

A Black Friday é marcada pelo feriado americano de Ação de Graças, em 23 de novembro, mas há tempos que ela deixou de ter data marcada para começar ou acabar. Prova disso é a Cyber Monday, um dia a mais de ofertas, logo após a Black Friday.

Nada impede que você antecipe suas promoções também. Pesquisas apontas que cresce o número de consumidores que começam a pesquisar e fazer suas compras de Natal a partir do fim de outubro.

Você pode começar o trabalho agora mesmo!

 

Explore o visual

Uma imagem vale mais que mil palavras, lembra?

Crie conteúdos visuais incríveis e dê um up nas suas promoções do Black Friday.

Vale mudar o layout principal do seu site ou criar uma série de anúncios (flutuantes, pop ups, mini banners, etc), o que conta mesmo é mostrar de uma forma criativa o que há de melhor no seu e-commerce. Se você não domina a arte do design, peça ajuda.

 

Dispare e-mails

Espalhe a notícia. Prepare uma campanha de e-mail marketing que promova o melhor da sua Black Friday. Este recurso tem muita influência sobre as vendas. Segmente suas listas e programe campanhas para diferentes períodos:

– Anuncie a chegada do Black Friday;

– Dê previas das promoções, atiçando a curiosidade dos clientes;

– Fale sobre ofertas exclusivas para os assinantes de e-mail;

– Envie lembretes sobre o fim das promoções.

 

Seja no mobile ou na web invista em novas soluções para o seu e-commerce.

Fale com a gente!