/Blog

Imagem ilustrativa de Desenvolvimento de Aplicativo Android.
Imagem ilustrativa de Desenvolvimento de Aplicativo Android.

Desenvolvimento de Aplicativo para Android: entenda as vantagens, custos e tecnologias mais usadas

O que você vai encontrar neste artigo:

Se você já pensou em criar um app, certamente já se perguntou sobre qual a melhor opção de sistema operacional. A resposta pode estar nos futuros usuários do seu aplicativo (seu Perfil de Cliente Ideal), ou no quanto você quer (e pode) investir.

Desde sua origem como um projeto de código aberto em 2003, o Android se tornou o sistema operacional móvel mais popular do mundo, ganhando até do iOS. Dispositivos que rodam nesse sistema tendem a ser mais baratos e populares, mas isso não significa que sejam menos complexos em relação a sua construção.

Nesse artigo, vamos explorar tudo o que você precisa saber sobre o desenvolvimento de aplicativo para Android, desde o número de usuários, custos até as linguagens de programação mais usadas.

Afinal, por que desenvolver um aplicativo Android?

Para começar, vamos aos números: nos últimos anos, a relação dos brasileiros com a internet mudou significativamente. O acesso por celulares e tablets ultrapassou o uso de computadores, e a parcela da população conectada aumentou de 41% em 2010 para 70% em 2018.

Em 2010, apenas 13% das pessoas das classes D/E usavam a internet, mas esse número disparou para 48% em 2018 (Bain & Company). Nada mal, não é? E tem mais: em janeiro de 2024, o Brasil tinha 210,3 milhões de conexões móveis, representando impressionantes 96,9% da população. Isso mesmo, quase todo mundo está online, muitas vezes com mais de um dispositivo.

Quanto a escolha de sistema operacional, o Brasil é o terceiro país no mundo que mais usa Android, com 81% dos brasileiros utilizando dispositivos com esse sistema operacional. Enquanto isso, apenas 18% dos brasileiros usam iOS, quase cinco vezes menos. Então, se você está pensando em desenvolver um app, apostar em Android pode ser uma jogada de mestre.

Alguns dos outros diferenciais do sistema operacional são:

  1. Diversidade de dispositivos: por ser usado em uma ampla variedade de dispositivos, incluindo smartphones, tablets, smartwatches, e TVs, é possível criar aplicações inovadoras e responsivas que atendem a diferentes necessidades e dispositivos;
  2. Facilidade de distribuição: o Google Play Store simplifica a distribuição do seu aplicativo, permitindo que ele alcance usuários rapidamente. Com uma pequena taxa de inscrição, você pode publicar seu aplicativo e alcançar milhões de pessoas;
  3. Flexibilidade e customização: a natureza open-source (de código aberto) do Android permite customização, o que possibilita a criação de aplicativos exclusivos e personalizados para atender às necessidades específicas dos usuários.

Quanto custa desenvolver um app para Android?

O custo pode variar bastante. O valor é influenciado por diversos fatores, como a complexidade das funções do aplicativo, integrações necessárias, robustez, qualidade das funções desenvolvidas e a quantidade de usuários suportados.

Normalmente, projetos de porte mediano, com boa arquitetura e experiência do usuário, custam entre R$ 120.000 e R$ 195.000 por sistema operacional. No entanto, os custos podem variar de R$ 50.000 a mais de R$ 5 milhões, dependendo da complexidade e do tamanho do aplicativo.

Além disso, a manutenção contínua do aplicativo, incluindo correção de bugs, adição de novas funções e melhorias de usabilidade, é essencial para garantir sua longevidade e relevância no mercado. Tudo vai depender do planejamento inicial. 

Quando um cliente busca a UDS, por exemplo, procuramos entender as reais necessidades e benefícios que um produto pode trazer, muitas vezes remodelando a ideia inicial e criando novas oportunidades de negócio. Isso eleva valor agregado do produto ao longo tempo. 

Quer entender mais sobre? Confira no vídeo abaixo: 

Fatores secundários

Outros fatores que influenciam o custo incluem o tamanho e a experiência da equipe de desenvolvimento, além de personalizações e recursos avançados de usabilidade, como animações e gamificação. Investir em um Desenvolvimento de aplicativo para Android com arquitetura de software e protocolos modernos de segurança e privacidade também é crucial e pode impactar o orçamento.

Muitos clientes acabam procurando uma empresa especializada em Desenvolvimento de Aplicativos depois de tentarem criar uma solução internamente e gastarem muito sem obter o retorno esperado. Com uma Software House desde o início, você não perde tempo e garante que os recursos sejam usados de forma eficiente e segura.

Desenvolvimento nativo ou híbrido?

E quando a empresa deseja criar um aplicativo para ambos os sistemas operacionais, Android e iOS? Há duas opções. O desenvolvimento nativo é ideal para maximizar o desempenho e a integração completa com os recursos do dispositivo, usando linguagens específicas como Java/Kotlin para Android e Swift/Objective-C para iOS. Escolha essa abordagem quando a experiência do usuário e o acesso a funcionalidades avançadas são prioritários.

Já o desenvolvimento híbrido permite criar aplicativos para várias plataformas (Android e iOS) com um único código-fonte, usando linguagens como JavaScript, HTML e CSS. Esta opção é mais rápida e econômica, ideal para projetos que não exigem acesso intensivo aos recursos do dispositivo.

Em resumo, escolha nativo para desempenho superior e integração completa, e híbrido para eficiência de tempo e custo com uma base de código unificada.

Leia também – Aplicativos nativos X híbridos: quais as diferenças? →

Por onde começar?

O desenvolvimento de aplicativo para Android é uma jornada que combina criatividade, lógica e habilidades técnicas. Quando uma empresa não conta com um time ou estrutura preparados, é hora de pensar em alternativas. 

Optar por uma empresa especializada em desenvolvimento de software é uma tendência crescente por um motivo simples: é econômica e eficiente. Empresas especializadas oferecem profissionais experientes que podem lidar com a complexidade do trabalho, e garantir que seu projeto seja entregue com qualidade e rapidez.

E sabe a melhor parte: nós somos especialistas nisso e podemos te ajudar a ter um produto coeso desde o início, capaz de gerar lucro e ganhar o dia a dia dos usuários ideais. Quer saber mais sobre como te ajudamos? Preencha o formulário abaixo e fale com um especialista.

Bônus: as 5 Melhores linguagens de programação para Android

Confira uma lista essencial das tecnologias mais usadas no desenvolvimento de soluções para o sistema operacional.

1. Java 

É uma das linguagens mais importantes para o desenvolvimento Android. Utiliza o paradigma orientado a objetos e tem se integrado com elementos de programação funcional. Por ser nativo, oferece melhor desempenho e acesso completo aos recursos do dispositivo. 

Entretanto, Java possui uma curva de aprendizado íngreme e é conhecido pelo código boilerplate, que pode ser visto como “burocrático” devido à necessidade de escrever muito código para tarefas simples.

2. C#

Semelhante ao Java, o C# é outra opção para o desenvolvimento de aplicativo para Android. É popular para desenvolvimento Android, especialmente em jogos 3D com a Unity. É uma linguagem orientada a objetos com sintaxe simples, o que facilita a aprendizagem para iniciantes. 

C# oferece coleta de lixo automática e manipulação de exceções estruturada. No entanto, não é a melhor escolha para aplicativos padrão e tem menos oportunidades no mercado Android comparado ao Java.

3. Lua (Corona SDK) 

É uma opção simples e poderosa para Desenvolvimento de Aplicativos e jogos para Android. É fácil de aprender e permite desenvolvimento rápido, com um simulador integrado para visualização em tempo real. Contudo, Lua pode ser limitado em comparação com outras linguagens e requer um editor específico, além de pagamento para alguns recursos avançados.

3. Kotlin 

Reconhecida pelo Google, é uma alternativa moderna ao Java para desenvolvimento Android. Interopera com Java e é executada na Java Virtual Machine, eliminando a necessidade de pontos e vírgulas no final das linhas e removendo recursos desnecessários do Java. 

Embora seja fácil de aprender, a comunidade de suporte é menor do que a de Java, o que pode ser uma desvantagem para novos desenvolvedores.

4. JavaScript + CSS + HTML (PhoneGap)

Permite criar aplicativos híbridos para Android usando JavaScript, CSS e HTML. Este framework é ideal para desenvolvedores de front-end que desejam acessar recursos do telefone, como a câmera ou o acelerômetro, sem precisar aprender uma nova linguagem. 

Apesar de ser útil para tarefas básicas, não é a melhor escolha para funcionalidades avançadas e não está amplamente presente no mercado de desenvolvedores Android profissionais.

5. Dart

Uada com o Flutter, é uma excelente opção para desenvolvimento híbrido, permitindo criar aplicativos para Android e iOS com um único código base. Flutter oferece desempenho quase nativo e uma interface de usuário flexível e responsiva.

É ideal para empresas que buscam eficiência de tempo e custo, mantendo alta qualidade. A comunidade de suporte ao Flutter está crescendo rapidamente, tornando-o uma escolha cada vez mais popular entre os desenvolvedores.

Tainá Aquino

Jornalista, especialista em copywriting e estrategista de conteúdos de tecnologia na UDS.

Posts Relacionados

Inscreva-se no nosso blog

Receba em primeira mão os conteúdos mais quentes da área de Tecnologia.