/Blog

Desenvolvimento de software personalizado: quanto custa e como contratar

O que você vai encontrar neste artigo:

Quanto custa o desenvolvimento de software personalizado? Sem dúvida, essa é uma das perguntas mais comuns que surgem na hora de buscar uma solução sob medida para sua empresa. Então, neste artigo você descobrirá quais são os fatores que determinam o preço de um software feito especialmente para sua empresa.

Confira também as etapas de uma estimativa e ainda um roteiro de perguntas que podem ajudar a dar uma ideia do quanto pode custar o seu software sob medida.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é traco-ok.png

Quanto custa o desenvolvimento de software personalizado?

Para definir o quanto custa um software com certa precisão, é preciso considerar diversos fatores.

Isso porque o processo de desenvolvimento ou metodologia adotada pela empresa de desenvolvimento podem variar bastante, o que impacta no valor final.

Além disso, outro fator importantíssimo para definir o custo do projeto diz respeito aos profissionais envolvidos em todas as etapas.

Vale ressaltar que a definição das etapas/profissionais variam de empresa para empresa.

Ou seja, a resposta a esta pergunta depende de tudo isso e muito mais. Mas é possível apresentar um limiar de preços com base no tamanho do software. Veja a seguir.

Calculando o valor do software

Frequentemente, um software pode ter três tipos de tamanho:

  • Software de pequeno porte

Um software pequeno tem entre 10 e 25 telas, com custo médio de R$ 40.000 a R$ 150.000.

  • Software de porte médio

Um software de tamanho médio tem entre 25 e 40 telas, com custo aproximado de R$ 151.000 a 500.000.

  • Software de grande porte

Um software sob medida de grande porte tem entre 40 telas ou mais, o seu custo aproximado é de R$ 500.000, podendo chegar a milhões de reais.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é traco-ok.png

O que influencia no custo do desenvolvimento de software personalizado?

Antes de mais nada, o desenvolvimento de software personalizado é um processo que envolve planejamento, especificação, design, programação, lançamento e manutenção.

Para começar, comece pelo básico: qual é o problema que o seu software deve ser capaz de resolver? A resposta vai ajudar a definir melhor todo o projeto.

O custo também dependerá dos recursos do software, das funcionalidades que você precisa, do tipo de plataforma e uma série de fatores. 

Confira:

Complexidade: Conjunto de entidades, funcionalidades, tamanho do software e como esses componentes interagem entre si ou com outros sistemas via integrações.

Ponto importante: A quantidade de telas e complexidade são coisas diferentes. Um software grande pode ter baixa complexidade, assim como um software pequeno, de poucas telas, pode ter lógicas difíceis de desenvolver.

Tamanho do software. Definido pela quantidade de funções que o software desempenha, assim como pela quantidade de ações que um usuário pode tomar em contato com tais funções do sistema.

Design, UX e usabilidade: Quanto mais itens na interface de usuário, mais sofisticado é o software Web ou aplicativo mobile.

Tamanho do time: Todo projeto requer um gerente de projeto, analistas, designers, desenvolvedores e analistas de qualidade. O valor a ser investido depende do nível de experiência e habilidades destes profissionais, assim como o tempo que eles deverão investir no projeto. Ou seja, quanto maior o software, mais profissionais e tempo exige.

Metodologia. Abordagem tradicional, como o modelo em cascata, pode parecer “segura” em termos de custos previsíveis. Mas as Metodologias Ágeis são geralmente mais econômicas no longo prazo, porque se adaptam continuamente à medida que os requisitos mudam durante o processo de desenvolvimento.

Integrações de software. Instalação ou incorporação de software pré-construído em seu software personalizado. Ou seja, em vez de criar recursos exclusivos do zero, você pode integrar soluções já em uso ao seu software e reduzir horas de trabalho.

Migração de dados. Transferência de dados de um sistema existente para o novo sistema. Se for preciso padronizar os dados do sistema antigo, isso pode significar custos adicionais de desenvolvimento.

Manutenção. Processo de atualização e melhoria do software após seu lançamento para ajustá-lo a novas necessidades, tornando-o vivo e sustentável ao longo do tempo.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é traco-ok.png

Calculando o custo do seu software personalizado

Para ajudar a definir melhor o que você deseja, há pelo menos 6 perguntas que facilitam bastante o processo de levantamento de requisitos:

1. Em qual estágio o seu projeto está?

Você pode possuir um projeto bem-estruturado, mencionando as funções que o software precisa ter, com listas, exemplos ou fluxogramas. Por outro lado, o seu projeto pode estar no estágio da ideia, ou seja, a lista de funções e entendimento de como elas devem ser ainda não está detalhada.

2. Quantos perfis de usuários seu software terá?

Por quantos usuários o seu software personalizado será utilizado?

  • 1 usuário (administrador), uso interno pela empresa.
  • Clientes e/ou colaboradores (vários usuários, uso externo).

3. Quantas e quais funcionalidades o seu software deve ter?

É aqui que o objetivo do seu aplicativo será útil, já que é a partir dele que serão definidas quantas e quais as funcionalidades que o software personalizado deverá ter. As funcionalidades dependem também do nicho do negócio, como e-commerce, serviços financeiros, etc.

4.  Há necessidade de integrações com outros sistemas?

A integração da API é uma forma de comunicação entre dois ou mais sistemas, permitindo a troca de dados e invocando os serviços que eles oferecem. Costuma ser muito útil para integrar aplicativos a sistemas corporativos como ERPs, CRM e sistemas de faturamento, facilitando processos de negócios. Se nenhuma integração for necessária, seu orçamento será menor.

5. O quão sensíveis são as informações que seu software vai gerenciar?

Se o software personalizado vai operar com dados bancários ou transações financeiras, ele vai precisar de camadas de segurança complexas, com impacto no custo. Já dados cadastrais ou de vendas exigem um nível médio de segurança. Há aplicativos simples que não armazenam informações sensíveis.

6. Quantos acessos mensais o software deve suportar?

Ou seja, qual será a carga máxima que ele poderá receber de usuários simultâneos sem ficar lento, sofrer bugs ou simplesmente parar de funcionar? Os testes de carga influenciam nos custos, mas são importantíssimos para estressar o sistema, saber o limite do aplicativo e garantir a qualidade do produto para cliente e usuários.

Note que os tópicos acima servem para você receber uma estimativa, e não o valor exato do custo do aplicativo. Entenda melhor a seguir.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é traco-ok.png
Desenvolvimento de Software UDS.

Quais as etapas mais comuns de uma estimativa de custos de software personalizado?

Aqui na UDS, por exemplo, levamos em consideração os fatores acima e outros mais detalhados para determinar o custo de desenvolvimento de software personalizado:

  • Escopo do projeto: Qual o tamanho do projeto a ser desenvolvido? Isso influencia em prazo e quantidade de pessoas na equipe de desenvolvimento.
  • Plataformas e integrações requeridas: É um projeto Web, mobile ou ambos? Há integrações com outros sistemas? Esses sistemas têm APIs?
  • Complexidade do projeto: O quão difícil é desenvolver o projeto?
  • Prazo desejado pelo cliente e orçamento: Determinam quantos profissionais vão atuar no projeto.

Confira agora como é nosso fluxo de trabalho, feito em estreita parceria com o cliente.

Etapa 1: Alinhamento de escopo e interesses do cliente

Cada proposta de custo da UDS é elaborada conforme o escopo do projeto. Desde o primeiro contato, são determinadas as funcionalidades necessárias do produto em reuniões de trabalho com o cliente.

Etapa 2: Apresentação de proposta

A UDS pode apresentar uma proposta de escopo aberto ou de escopo fechado:

  • Proposta de Squad Ágil: escopo aberto, quando não há visibilidade exata dos requisitos do software.
  • Proposta de Escopo Fechado: Requer alta visibilidade sobre os requisitos do software.

Leia também:
Como é o processo de desenvolvimento de software na UDS
Como desenvolver software personalizado com orçamento limitado?
Guia: passo a passo para o processo de compra de software
O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é traco-ok.png

Tudo pronto para investir em seu software personalizado?

Como você pôde ver, o custo total do desenvolvimento de software personalizado depende de uma série de fatores e detalhamentos que influenciam tanto no custo quanto nas etapas de contratação do serviço.

Mas entender de onde vêm os custos faz uma grande diferença na hora de escolher uma empresa para o seu projeto.

Além disso, com todos esses fatores esclarecidos, você será mais exigente quanto à transparência de todo o processo de produção e até mesmo em relação à proposta comercial.

Com todas as etapas e informações que fornecemos neste artigo, agora você tem pelo menos uma ideia dos primeiros passos necessários para destravar o seu projeto de software personalizado.

Gostou deste conteúdo? Então assine nossa newsletter e receba em primeira mão conteúdos sobre tecnologia, desenvolvimento de software, inovação e muito mais.

Simone Marques

Jornalista, especialista em mídias digitais e estrategista de conteúdos de tecnologia na UDS.

Posts Relacionados

Imagem ilustrativa de equipe trabalhando em lean inception.

Quando usar a Lead Inception em um projeto?

Lean Inception é uma metodologia ágil que combina Design Thinking, Agile e Lean Startup para ajudar equipes a definir, alinhar e planejar um Produto Mínimo Viável (MVP). Ideal para líderes de TI e produtos, promove colaboração, eficiência e garante que os produtos atendam às necessidades dos usuários e objetivos do negócio.

Ler artigo →

Inscreva-se no nosso blog

Receba em primeira mão os conteúdos mais quentes da área de Tecnologia.