/Blog

Imagem ilustrativa de usuário utilizando o App Pão de Açúcar Mais.
Imagem ilustrativa de usuário utilizando o App Pão de Açúcar Mais.

Desenvolvimento do App Pão de Açúcar Mais: por dentro as tecnologias usadas e UX

O que você vai encontrar neste artigo:

É inegável que o setor de supermercados passou por uma revolução digital nos últimos anos, com aplicativos e sites se tornando essenciais para as compras diárias. Segundo uma pesquisa da Kantar, divulgada pela IstoÉ Dinheiro, as compras de supermercado online na América Latina cresceram 41% no primeiro semestre de 2022 em comparação a 2019. Compras por aplicativos de mensagem aumentaram 34%, enquanto o e-commerce puro cresceu 10%.

Esses números indicam que, mesmo após a pandemia de Covid-19, a tecnologia nas compras diárias se tornou indispensável pela conveniência e personalização que oferece ao consumidor. Entre os aplicativos destaques está o App Pão de Açúcar Mais, com uso em território nacional. 

Neste artigo, vamos explorar os detalhes desse aplicativo de delivery, suas avaliações e funcionalidades, e entender aspectos interessantes do desenvolvimento. Acompanhe!

Um pouco de história

Fundado em 1948 por Valentim dos Santos Diniz, o Pão de Açúcar começou como uma doceira em São Paulo. Com a abertura do primeiro supermercado em 1959, liderado por Abilio Diniz, a empresa expandiu rapidamente, adquirindo outras redes e inovando com o primeiro supermercado em shopping e 24 horas no Brasil.

Com isso, o grupo firmou uma parceria estratégica com o grupo francês Casino, que assumiu o controle total em 2012. Hoje, o GPA continua a liderar o setor de varejo no Brasil. Em 2023, registrou um crescimento de 15,4% nas vendas, impulsionado pela abertura de novas lojas e aumento do fluxo de clientes. Nos últimos anos, o digital tem tido grande foco da empresa. 

Por dentro do App Pão de Açúcar Mais

Plataforma digital desenvolvida pelo grupo, o app foi projetado para oferecer uma experiência de compra mais conveniente e personalizada para os clientes. Tendência que acompanha o movimento crescente do setor. Disponível para download gratuito na App Store e Google Play, o aplicativo permite que os usuários acessem uma variedade de funcionalidades.

Conheça as principais

  1. Compras online: com a compra e o pagamento virtual, os usuários podem escolher entre receber as compras em casa ou retirar na loja;
  2. Cliente Mais: os usuários ganham descontos e acumulam pontos a cada compra, que podem ser trocados por prêmios;
  3. Listas de compras: o aplicativo permite a criação de listas de compras, o que ajuda os consumidores a se organizarem;
  4. Histórico de compras: o acesso ao histórico de compras permite que os usuários revisitem e repitam pedidos anteriores com facilidade;
  5. Localizador de lojas: com esta funcionalidade, é possível encontrar a loja Pão de Açúcar mais próxima, facilitando o planejamento das compras;
  6. Cartão Pão de Açúcar: o aplicativo transforma o celular em um cartão de débito, simplificando o processo de pagamento nas lojas;
  7. Descontos em parceiros: além das ofertas exclusivas, os usuários também têm acesso a descontos em diversos parceiros do Pão de Açúcar.

Telas do aplicativo Pão de Açúcar Mais.

Leia também: Quais são as melhores empresas de Desenvolvimento de Aplicativos? → 

Novidades e atualizações

Pelo que podemos acompanhar do histórico das diferentes lojas de aplicativos, o app está em constante atualização para oferecer a melhor experiência possível. Recentemente, foram introduzidas funcionalidades como a compra de cestas básicas com poucos cliques, kits culinários com ingredientes prontos para refeições, e receitas exclusivas do Cheftime. 

Um dos destaques do App reside também no programa de pontos, que promove benefícios para os clientes e incentiva as compras online. Além disso, novas opções de pagamento como PIX, PicPay e Ame foram adicionadas, ampliando as possibilidades para os usuários.

Usabilidade e avaliações Android e iOS

Disponível tanto na App Store quanto na Google Play, o Pão de Açúcar Mais possui uma alta taxa de aprovação entre os usuários. Na App Store, ele tem uma média de 4,8 de 5 estrelas baseada em 207,5 mil avaliações, destacando-se pela praticidade e pelos benefícios do programa Cliente Mais. 

Na Google Play, o aplicativo possui uma média de 4,7 de 5 estrelas, com mais de 219 mil avaliações e mais de 5 milhões de downloads. Os usuários elogiam a facilidade de uso, a conveniência das compras online e as ofertas personalizadas.

Apesar das avaliações positivas, há algumas dificuldades comuns que os usuários enfrentam, destacadas nas avaliações negativas. 

Leia também – Fábrica de Aplicativos: custos e vantagens de contratar? → 

Problemas técnicos e usabilidade

Usuários relatam dificuldades com o login e redefinição de senha. Esses problemas podem ser extremamente frustrantes, pois impedem o acesso ao app e fazem com que os consumidores percam o interesse pela solução como um todo. Além disso, há relatos de bugs que afetam a funcionalidade do aplicativo, como o carregamento infinito, travamentos, e falhas ao tentar abrir o app.

Inconsistências e experiência do usuário

Outro ponto de crítica é a inconsistência nos preços e disponibilidade de produtos entre diferentes lojas. Usuários relatam que, ao selecionar uma loja para retirada ou entrega, os preços podem variar e algumas promoções podem não estar disponíveis. Isso não apenas causa frustração, mas também faz com que o consumidor perca tempo montando carrinhos de compras que, no final, não atendem suas expectativas.

Atualizações e melhorias

Embora a empresa esteja constantemente atualizando o aplicativo para melhorar a experiência do usuário, essas atualizações nem sempre resolvem os problemas existentes e, em alguns casos, introduzem novos desafios. Usuários reclamam que as atualizações muitas vezes complicam a navegação e a usabilidade do app, tornando a experiência mais difícil em vez de facilitá-la.

Quem criou o app e quais as tecnologias usadas?

Ao que tudo indica, o App foi criado internamente, pelo próprio GPA. E embora não tenhamos acesso específico às tecnologias utilizadas no desenvolvimento do aplicativo Pão de Açúcar Mais, sabemos que a empresa utiliza tecnologias consolidadas como React com Next.js em seu site. 

Next.js é uma tecnologia moderna que vem crescendo entre os desenvolvedores, conhecida por sua eficiência e capacidade de criar aplicações rápidas e responsivas. Podemos supor que o aplicativo também se beneficie de tecnologias avançadas para oferecer uma experiência de usuário de qualidade.

Para o Desenvolvimento de Apps, a empresa pode ter optado tanto pelo React Native, tecnologia focada na criação de aplicações híbridas. Ou seja, uma mesma solução que funciona em diferentes sistemas operacionais, como Android e iOS. Ou ainda pelo Flutter, que também é uma alternativa poderosa para o desenvolvimento de aplicações multiplataformas. Para isso, a tecnologia possui uma arquitetura que compila diretamente para código nativo, resultando em aplicações rápidas e responsivas. 

Leia também – Flutter ou React Native: qual escolher? → 

Soluções possíveis

Para resolver os problemas técnicos e de usabilidade enfrentados pelos usuários do aplicativo Pão de Açúcar Mais, algumas soluções específicas podem ser implementadas.

Primeiramente, é crucial melhorar a identificação e correção de bugs. Isso pode ser alcançado com sistemas de monitoramento de logs e relatórios de erros, além de utilizar testes automatizados para garantir que novas atualizações não introduzam novos problemas.

A otimização de performance também é essencial. Reduzir o tempo de carregamento dos dados e implementar técnicas eficientes de gerenciamento de memória podem evitar travamentos e lentidão, proporcionando uma experiência de uso mais suave.

Focar em um design centrado no usuário também é importante. Realizar testes de usabilidade para simplificar a interface e tornar a navegação mais intuitiva pode melhorar significativamente a experiência do usuário.

Por fim, adotar metodologias ágeis como Scrum ou Kanban pode garantir que o desenvolvimento seja flexível e adaptável. Estabelecer canais para coletar feedback contínuo dos usuários e incorporar essas sugestões nas atualizações futuras é essencial para manter o aplicativo eficiente e relevante.

Quer desenvolver seu próprio app? 

Para desenvolver seu próprio aplicativo de supermercado, você pode optar pelo desenvolvimento interno ou terceirizado. O desenvolvimento interno, como fez o GPA, oferece maior controle e alinhamento com os objetivos da empresa. No entanto, pode ser desafiador sem a equipe adequada. 

Por outro lado, o desenvolvimento terceirizado pode trazer economia de custos, acesso a talentos especializados e aceleração do tempo de desenvolvimento. Empresas como a UDS, com mais de 20 anos de experiência, podem cuidar do desenvolvimento. Isso permite que você se concentre nas atividades principais do seu negócio.

Quer saber mais sobre como te ajudamos nessa jornada? Preencha o formulário abaixo para saber mais! 

Tainá Aquino

Jornalista, especialista em copywriting e estrategista de conteúdos de tecnologia na UDS.

Posts Relacionados

Inscreva-se no nosso blog

Receba em primeira mão os conteúdos mais quentes da área de Tecnologia.