Qual-a-diferenca-entre-software-e-aplicativo

Qual a diferença entre software e aplicativo?

Desenvolvimento de Aplicativos, Desenvolvimento de Software, Todos

A diferença entre software e aplicativo pode ser confusa, já que as pessoas usam ambos os termos de forma intercambiável. No entanto, softwares e aplicativos são termos diferentes. Veja as diferenças em detalhes.


O que é um software?

Software é um conjunto de instruções, dados ou programas utilizados para operar computadores ou sistemas de processamento de dados. É um termo genérico usado para se referir a sistemas web, aplicativos, scripts e programas executados em dispositivos ou máquinas em geral. 

Exemplos de software:

Sistemas operacionais (Windows, Linux, iOS); AutoCAD, Microsoft Office, Adobe Photoshop são alguns exemplos de softwares bem conhecidos. Mas existem muitos tipos de softwares usados para diferentes propósitos.

Por exemplo, professores podem usar um software educacional para gerenciar atividades e ajudar os alunos no aprendizado de leitura ou cálculo; uma empresa pode utilizar um software de treinamento para funcionários novos nos seus primeiros dias de trabalho, etc.


O que é um aplicativo?

Aplicativo ou software aplicativo é um pacote de arquivos que executa uma tarefa específica para usuários finais (ou, em alguns casos, para outro aplicativo).

Aplicativos são, normalmente, instalados no dispositivo do usuário. São programas executáveis, ou seja, o usuário precisa executar (“abrir”) o aplicativo e este começa a funcionar.

Todos os aplicativos estão na categoria de software, mas nem todos os softwares estão na categoria de aplicativos.

Um aplicativo solicita serviços e se comunica com outras tecnologias por meio de uma interface de programação de aplicativos (API).

Importante: Nem todo aplicativo é um aplicativo mobile, que é baixado em uma app store e instalado em dispositivos móveis.

Para deixar a diferença mais clara em alguns pontos deste artigo, e evitar ainda mais confusão, usaremos o termo “software aplicativo”.

Exemplos de aplicativos:

  • Navegadores da Web (por exemplo, Chrome, Safari, Firefox)
  • Plataformas de comunicação (como Skype, Zoom, Google Meets, WhatsApp)
  • Programas de e-mail
  • Reprodutores de mídia (YouTube, Netflix, Spotify, VLC)
  • Visualizadores de arquivos
  • Consoles de jogos… e muito mais.

Entenda melhor as diferenças entre software e aplicativo na tabela a seguir:


Quais os tipos de software?

Existem basicamente três tipos diferentes de software: sistema operacional, software web e aplicativos (desktop ou mobile).

Sistema Operacional: É o conjunto lógico que permite a interação entre usuário e os periféricos do computador (mouse, teclado, etc.) através de uma interface gráfica. Tal sistema é o ambiente que permite ao usuário instalar outros aplicativos e fazer uso do device (hardware, máquina) na qual o sistema operacional está instalado. 

Softwares Web: São acessados pela Internet por meio de um navegador (Chrome, Firefox, IE, Edge, Safari etc.) e podem ser acessados por meio de vários dispositivos, como desktop, laptop ou celular. Você não precisa instalar nada, nem se preocupar com atualizações. 

Software de Aplicação (ou Aplicativo): Assim como os Software Web, são softwares que permitem ao usuário executar uma série de tarefas específicas em diversas áreas de atividades, como arquitetura, contabilidade, educação, medicina e outras áreas comerciais para as quais são desenvolvidos. São ainda os games, as bases de dados, os sistemas de automação industrial, etc. 

Leia também:
- Software Web: o que é, como funciona, quais os benefícios?
- Aplicativo mobile: como saber se minha empresa precisa?
- Como criar aplicativos: saiba quais as principais etapas para sua empresa seguir

Também são chamados de apps mobile ou aplicativos desktop, de acordo com os dispositivos nos quais podem ser instalados e acessados. Os apps mobile são desenvolvidos para smartphones e tablets; aplicativos desktop são instalados em computadores e há, ainda, aplicativos desenvolvidos para sistemas embarcados como centrais de infoentretenimento veicular, maquinários agrícolas e afins.


Diferença entre Aplicativo e App

Muita gente confunde a distinção entre um App e um software aplicativo. O termo App é uma abreviação que descreve um tipo de software aplicativo  que executa uma única função. O software aplicativo, por outro lado, geralmente é projetado para lidar com várias tarefas.

Uma outra distinção pode ser feita entre software aplicativo da Web, aplicativo desktop e software aplicativo móvel. Os aplicativos desktop e da Web geralmente têm uma funcionalidade mais ampla (embora os aplicativos da Web ainda possam funcionar em dispositivos móveis).

Os Apps são, assim, aplicativos móveis geralmente mais específicos e voltados a uma utilidade ao usuário. Eles são baixados por meio de uma loja de aplicativos associada ao sistema operacional do dispositivo, geralmente iOS ou Android. Alguns Apps podem até ser baixados na área de trabalho, mas são projetados especificamente para uso em dispositivos móveis.



Tipos de distribuição de software

Há inúmeros tipos de distribuição. Aqui estão as principais:

Freeware: São softwares gratuitos, mantidos por fundações, anúncios ou patrocinadores. Exemplo: GNU, um sistema operacional completo e totalmente composto por software livre.

Shareware: Funcionam por um determinado período de tempo (“trial” ou avaliação). Após esse tempo, o software expira e o usuário deve decidir se o compra ou não. Também há as versões “demo”, que são limitadas e/ou com funções incompletas. Exemplo: WinZip e softwares antivírus como o Norton.

Beta: Versões ainda em desenvolvimento ou em desenvolvimento contínuo. Após a fase beta, é lançada uma versão RC (Release Candidate), a última antes do lançamento oficial do software.

Malware (Malicious Software). São programas que têm como objetivo invadir e danificar sistemas, como vírus e cavalos-de-tróia.

Spyware: É um software destinado a monitorar as atividades do usuário e coletar suas informações sem sua permissão.

Software livre: É um tipo de programa que permite modificar e compartilhar o software como você bem quiser, a partir da alteração do código-fonte. Em sua maioria, são desenvolvidos por comunidades de desenvolvedores que defendem a liberdade de executar, copiar, distribuir, estudar, mudar e melhorar o software. Existe também a expressão “software livre”, que é uma filosofia ética computacional voltada à liberdade do usuário.


Podemos dizer, por fim, que, a diferença entre software e aplicativo é muito parecida com a diferença entre um retângulo (software) e um quadrado (aplicativo): todo quadrado é também um retângulo, mas nem todo retângulo é um quadrado. Em suma, todos os aplicativos são softwares, mas nem todos os softwares são aplicativos.

Gostou deste conteúdo? Assine nossa newsletter e fique por dentro de insights sobre tecnologia, transformação digital e desenvolvimento de software.

Autor

Simone Marques

COMPARTILHE

Fique por dentro

POSTS RECENTES

Autor

Simone Marques

COMPARTILHE

COMENTÁRIOS

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.