Sem engajar e reter os usuários de aplicativos, altas taxas de download de aplicativos mobile não significam nada. O valor do aplicativo no mercado está no número de usuários. Isso quer dizer que o sucesso de um app depende de engajar e reter usuários.

A PlayStore tem atualmente 3,48 milhões de aplicativos disponíveis para download. Ou seja, o mercado se mostrou muito mais competitivo e desafiador. 

Diante de tantas opções de apps, engajar e reter usuários de aplicativos é o indicativo mais valioso para determinar o sucesso do seu projeto.

Neste artigo, você vai conhecer 5 estratégias definitivas, testadas e aprovadas, para engajar e reter usuários de aplicativos.


Engajamento e retenção: entenda os conceitos

Apesar de ser uma métrica subjetiva, os usuários altamente engajados são aqueles que têm mais de 10 sessões por mês. Isto é, o engajamento mostra os usuários ativos no aplicativo

É um conceito diretamente ligado ao de retenção, que significa manter usuários ativos na sua base.

A retenção também é um termo subjetivo. A métrica se dá a partir do percentual de usuários que retornam ao aplicativo em até 3 meses após a primeira sessão.


O problema em engajar e reter usuários de aplicativos

Alcançar um envolvimento suficiente do aplicativo e taxas de retenção de usuários é uma tarefa difícil.

Um app para Android, por exemplo, perde 77% dos usuários ativos em até três dias após a instalação.

O número cresce ao longo do tempo: após 30 dias, a queda aumenta para 90%. E após 90 dias, sobe para 95%. (Fonte: Quettra)

Mas é possível reverter esse cenário.


Aqui estão 5 estratégias para você aplicar no seu plano de negócios e trazer mais retenção e engajamento para o seu app.

Estratégia 1: Ajude seu usuário a ter um onboarding feliz no aplicativo

Ter uma experiência inicial agradável com o aplicativo pode reduzir significativamente as taxas de abandono. 

Alguns obstáculos comuns:

  • Muitos procedimentos para se inscrever
  • Muitos campos de informação para preencher
  • Recursos e funções confusos
  • Demora e outros empecilhos no download
  • Quanto mais difícil é começar a usar um um aplicativo, maior a chance de seu público-alvo desistir do app.

As primeiras impressões do usuário com sua experiência no aplicativo são fundamentais para o engajamento. Esse contato inicial é chamado de “Aha! moment”.

momento-magico

O Aha! moment é quando os usuários descobrem o valor do seu produto; é o ponto de contato que os ajuda a perceber um real benefício com o uso do aplicativo. Esse momento de ativação é a diferença entre os usuários que saem e os que se tornam clientes fiéis.

As etapas a seguir ajudam a criar um processo intuitivo e sem atrito com o onboarding.

  • Facilite os logins e a criação de conta (reduza as etapas de inscrição, ofereça várias opções de registro, etc.).
  • Não sobrecarregue usuários com informações do get-go. Em vez disso, ofereça funcionalidade/educação de funcionalidade à medida que o usuário chega a esses recursos.
  • Ensine as ações necessárias. Mensagens de erro, por exemplo, devem apresentar o que está impedindo o acesso (por exemplo, login/senha).

Estratégia 2: Envie notificações push

As notificações push são um grande recurso. Apps que contam com esse recurso conseguem ter um aumento das sessões ativas em mais de 50%.

O envio de notificações lembra aos usuários que eles baixaram seu aplicativo. Isso é importante, pois você está competindo por espaços valiosos no dispositivo do usuário. Mas não exagere.

As notificações podem incentivar o uso do aplicativo com mensagens segmentadas com base nos dados comportamentais e preferências do usuário.

Para aplicativos que atendem funções muito específicas e não exigem uso diário, isso pode ajudar a envolver os usuários.

Assim, o app fornece ao usuário um motivo convincente para retornar – por exemplo, um desconto ou promoção em um serviço ou produto.


Estratégia 3: Ofereça uma experiência personalizada

A personalização ajuda a fornecer uma experiência única e relevante.

Quanto mais alinhada com as necessidades e preferências de um usuário, maior é a chance de ele se tornar um membro engajado e permanente.

Sempre que possível, personalize a experiência do usuário usando dados conhecidos para exibir conteúdos e materiais relevantes no aplicativo.

O conteúdo e as ideias personalizadas oferecem um valor real para o usuário.

Incluir o seu nome nas telas e nas mensagens, por exemplo, é uma maneira simples e fácil de deixar o aplicativo mais próximo do usuário, tornando a experiência pessoal.

Mas cuidado. Se você implementar notificações de envio incorretamente e enviar mensagens ou notificações irrelevantes, o efeito será totalmente contrário. E então, em vez de reter, você vai afastar os usuários do seu app.


Estratégia 4: Estimule o uso do app com vantagens

Conhecendo o seu usuário e tendo em mente a maneira como você quer que ele se relacione com o app, é possível trabalhar com estímulos para incentivar o engajamento.

Experimente oferecer vantagens exclusivas para o seu usuário, tais como:

  • Acesso especial a conteúdos
  • Cupons de desconto
  • Promoções especiais
  • Atualizações em primeira mão.

Obviamente, as formas de incentivo oferecidas dependerão da natureza do aplicativo.

Aplicativos que permitem fazer compras como um modelo de monetização se beneficiarão de descontos sazonais e oportunos, enquanto os aplicativos freemium podem oferecer recompensas baseadas no tempo de uso/atividade.


Estratégia 5: Mantenha o aplicativo atualizado regularmente

Aplicativos são produtos que exigem um certo movimento. É da natureza do modelo de negócios.

Um app que não evolui certamente perderá grande parte dos seus usuários.

Por isso, é importante atualizar a experiência do aplicativo com novos recursos e conteúdo personalizado.

Monitore o comportamento do usuário e esteja atento a feedbacks e reviews.

São informações essenciais para determinar quais atualizações são mais atraentes e valiosas para os usuários.

Assim, você molda a experiência do app de acordo com o que for mais vantajoso para o usuário.


Principais problemas que fazem o usuário esquecer seus aplicativos instalados:

razões-para-desenstalar-apps
Principais motivos que fazem o usuário abandonar um aplicativo. (Fonte: Image Source)
  • Desempenho lento: Aplicativos móveis lentos podem afetar enormemente a satisfação do usuário.
    O desempenho lento pode ser devido a um servidor sobrecarregado, muitos dados e SSL e TLS não otimizados ou até mesmo versões de software desatualizadas.
  • O aplicativo trava: Falhas de aplicativos podem abalar o quociente de confiança de seus usuários.
    Antes de lançar seu aplicativo, verifique se a versão mais estável está disponível para os usuários.
  • Excesso de anúncios: Em uma fase inicial, um aplicativo gratuito pode precisar dos anúncios para ganhar dinheiro com isso. No entanto, quando um usuário é forçado a ver muitos anúncios isso pode se tornar uma experiência terrível.
  • Notificações excessivas: Como vimos acima, as notificações de push podem aumentar a frequência de uso, a retenção dos usuários e o valor da vida útil do cliente (LTV).
    No entanto, se forem mal utilizadas, as notificações podem ser cansativas e forçar os usuários a desinstalarem o aplicativo.

O app deve oferecer a melhor experiência possível

Engajar e reter usuários de aplicativos são tarefas igualmente importantes – até mais do que a aquisição do usuário.

As 3 regras de ouro são: testar, testar e testar antes de lançar o aplicativo na(s) App Store(s). Posteriormente, continue monitorando o desempenho do aplicativo e as reações de seus usuários.


Mais algumas dicas para otimizar o seu aplicativo:

  • Use uma CDN para acelerar as APIs, o que ajuda a reduzir a carga útil, a latência e o tempo de ida e volta.
    Round-trip time (RTT) é o tempo de duração, medida em milissegundos, desde quando um navegador envia a solicitação até receber a resposta de um servidor. É uma métrica de desempenho importante para aplicativos da Web e um dos principais fatores, juntamente com o Time to First Byte (TTFB), para medir o tempo de carregamento da página e a latência da rede.
  • A compactação de imagens pode ajudar a minimizar o tempo de carregamento.
  • Recursos supérfluos também podem se tornar um peso comprometedor do desempenho, portanto, remova o que for desnecessário.
  • Crie um modo offline para seu aplicativo, caso a conexão de rede do usuário caia.

Desenvolva um aplicativo de sucesso

Se você deseja lançar um aplicativo de sucesso, é preciso que ele tenha objetivos claros que agreguem valor para quem o usa. Se os usuários acharem seu aplicativo útil, eles não se esquecerão de usá-lo.

A conversão de usuários em clientes fiéis e de longo prazo gera mais receitas ao seu aplicativo, melhora o engajamento e a retenção, tornando o app cada vez mais competitivo.

Por fim, se você estiver em busca de uma empresa de desenvolvimento de aplicativos, certifique-se de que ela tenha um histórico comprovado na criação de apps móveis envolventes e de excelente performance com as melhores metodologias.

Leave A Reply